O que é a Síndrome Braquicefálica e o Palato Mole Alongado?

O que é a Síndrome Braquicefálica e o Palato Mole Alongado?

Palato Mole Alongado

A síndrome braquicefálica são vários problemas frequentes em cães de raça com o focinho achatado, devido essa a anatomia particular eles podem apresentar: Palato Mole Alongado, Estenose das Narinas, Hipoplasia Traqueal, Estress por Calor, Problemas Oculares, Problemas de Dentição.

 

O que é Palato Mole Alongado ?

 

Os cães braquicefálicos apresentam o palato mole alongado e para alguns animais esse alongamento pode afetar diretamente na qualidade de vida causando falta de ar, apneia (ronco) e até desmaios.

Algumas raças como Bulldog Inglês, Bulldog Francês, Pug, Boston Terrier e Boxer tem mais predisposição as complicações dessa síndrome mas qualquer cão independente da raça pode apresentar esse problema de prolongamento do palato mole alongado.

Os principais sintomas clínicos que podem ser observados pelos donos são: vômitos, o cão engasga com facilidade, dificuldade de deglutição, falta de ar, baixa tolerância ao exercício e ruídos respiratórios como roncos.

Como esse problema é congênito ele pode ser identificado nos cães logo nos primeiros meses de vida do cão e com o passar do tempo o ganho de peso, stress, cansaço e temperaturas elevadas podem agravar os sintomas da estafilectomia.

Isso acontece porque a entrada porção alongada do palato mole na laringe interfere na passagem do ar para a traqueia e com o tempo pode ocasionar um processo inflamatório e edemas locais que podem ser diagnosticados em um exame da laringe.

O diagnóstico geralmente é feito pelo veterinário durante uma consulta e depois a confirmação é através do exame de laringoscópio, endoscopia ou radiografia. Dois fatores que influenciam é o posicionamento correto da cabeça e do pescoço, bem como da mandíbula.

O tratamento é cirúrgico e a Sorriso Animal já tratou casos de estafilectomia, um deles foi um cão da raça Pug adulto que apresentava ruídos respiratórios que chegavam a apinéia e o cão tinha muita dificuldade para dormir com o próprio barulho, após a cirurgia o cão apresentou um grande melhora que possibilitou ele voltar a rotina habitual.

Comments are closed.